Do solo fez o Senhor Deus brotar toda sorte de árvores agradáveis à vista e boas para alimento; e também a árvore da vida no meio do jardim e a árvore do conhecimento do bem e do mal.

(Gn 2:9)

A dinâmica da vida impõe certos comportamentos para que a existência em sociedade se torne viável.

Partindo da palavra grega ethiké, Aurélio define ética como o “estudo dos juízos de apreciação referentes à conduta humana suscetível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal, seja relativamente a determinada sociedade, seja de modo absoluto.”

           Há sempre uma forma mais construtiva de se viver. Mas como atingir as altas marcas da maturidade sem pisar o chão dos desastrosos efeitos emocionais? Como viver eticamente correto, ou politicamente certo, numa comunidade em que a prática de males é aplaudida de pé? Os estudiosos da ética vêm, há séculos, tentando descobrir a senha em busca da harmonia entre as comunidades. Entretanto, necessário se faz conhecer os comandos do Espírito Santo que dita verdades em cada momento.

Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás, por que no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

(Gn 9:7)

           Deus deixou claro no Jardim do Éden que deveres são necessários para que a abundância dos motivos vitais se perpetue. A degustação do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal foi uma imposição a ser observada por Adão e Eva. Entretanto, o relato bíblico aponta para a desobediência que trouxe graves consequências para toda criação.

           A partir da transgressão original, conhecer o bem e o mal passou a ser  realidade para todo ser humano. Discernir o que é bom e ruim -  o que é certo e errado - requer um conjunto de regras para se colocar em ordem o que sai da direção inicial. Assim fez Deus com os primeiros humanos.

E, expulso o homem,  colocou querubins ao oriente do Jardim do Éden e o refulgir de uma espada que se revolvia, para guardar o caminho da árvore da vida.

(Gn 3:24)

A  lei existe porque há quebra de princípios.  O homem só perdeu as regalias  do Éden quando infringiu os comandos de Deus.

           O que é então a ética cristã? Como ser sal da terra, luz do mundo, árvore plantada junto a ribeiros de águas que dá frutos? Jesus é a resposta. Ele evidenciou autoridade nos seus discursos. O sermão da montanha fez pensadores da época refazer seus conceitos acerca de atitudes que definiam bem e mal.

Então, vieram de Jerusalém a Jesus alguns fariseus e escribas e perguntaram: Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? Pois não lavam as mãos, quando comem. Ele, porém, lhes respondeu: Por que transgredis vós o mandamento de Deus, por causa da vossa tradição?

(Mt 15: 1-3)

           Jesus concluiu sua resposta afirmando que adoração a partir de  doutrinas que são preceitos de homens não movem o coração de Deus. É preciso ir além da definição de ética. A riqueza da vida se perde diante de deveres hostis marcados por interesses egoístas e gananciosos de certas comunidades, sejam ou não religiosas. Somente preceitos ditados divinamente aos corações promovem ordem, simetria, acordo, e afastam a maldade.

Muitas palavras proferidas pelos heróis das questões éticas se perdem pela falta de espiritualidade baseada na Palavra de Deus. Esta, sim, é eterna e produz vida em abundância. Dizer o que é certo ou errado com autoridade é cultivar comunhão diária com o autor da vida. É navegar nas páginas da Santa Bíblia e descobrir a vontade divina para as questões do dia a dia. As ordens divinas nunca dão ao homem a liberdade de abrir mão da obediência, pois são palavras que conduzem à eternidade. Jesus é a revelação dessas ordens. Ele é o código de ética que chama seus seguidores ao dever que alegra a alma.

Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

(Mt 11: 28-30)

Por Auxilandia, pastora em Cristo, serva de Deus.

05 - 10 - 2011     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|