Tu, porém, segue o teu caminho até ao fim; pois descansarás e, ao fim dos dias, te levantarás para receber a tua herança.

(Dn 12:13)

 

         Arqueologia como ciência e como técnica revela ao mundo os tesouros antigos da humanidade no aspecto material e psicológico-comportamental. É o saber que trata da  reconstrução de uma cultura, de um povo, e da observação das intervenções realizadas pelo homem no meio ambiente.

         Tesouro, conforme Aurélio, é o depósito antigo de moeda ou de coisas preciosas, enterrado ou oculto, e de cujo possuidor não há memória.

 

Eu ouvi, porém não entendi; então, eu disse: meu senhor, qual será o fim destas coisas? (Dn 12:8)

         Lá pelo ano 603 a.C.,  Daniel teve sonhos e visões que se tornaram pérolas para as futuras gerações. Nem ele entendeu o significado do que via ou do que ouvia. A resposta para sua indagação simplesmente foi:

Vai, Daniel, porque estas palavras estão encerradas e seladas até ao tempo do fim.

(Dn 12:9)

 

         Filmes que relatam procura de tesouros atraem atenção. Muitos mistérios, guias e até mapas invisíveis são cenas que não podem faltar. E fascinam multidões.

         Os anúncios proféticos de Daniel foram selados. E a ordem para quebrar o lacre foi anunciada com  um tempo determinado: o fim.  

Mas a quem é dado determinar esse fim?

A Deus, o criador e mantenedor da criação. Eternidade é atributo exclusivo dele.  Resta à humanidade a espera regada à base da fé. Adentrar os ritmos eternos é seguir o roteiro traçado por Jesus. É percorrer as linhas invisíveis da cruz.

 

Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?

(Pv 30:4)

Assentar à direita do Pai e sustentar o universo com o poder de sua palavra foi herança recebida pelo Filho, que se fez servo para cumprir a vontade divina.

 Ao profeta Daniel não foi esclarecido qual herança receberia no final de sua caminhada. Entretanto, ouviu coisas inefáveis que deixaram sua alma tranquila como o calor quieto do sol que resplandece ao meio dia.

 

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome. (Jo 1:8)

 

Descansar e receber herança ao completar a carreira é promessa divina transmitida aos que recebem Jesus. Mas é necessário compreender pelos olhos espirituais que os sofrimentos que pontuam o viver serão sublimados pela vitória da ressurreição no glorioso dia da volta do Cristo ressurreto.

 

Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. (Ap. 10:10-11)

 

Além das vantagens da vida eterna com Cristo, há a proteção recebida dos anjos na caminhada que Deus determinou. Chegará sim o dia em que as portas da recompensa se abrirão. E o brilho do tesouro escondido será o do próprio Cristo.

 

Como tem sido a caminhada em busca do galardão divino?

Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu. Felizes os que choram, porque serão consolados. Felizes os mansos, porque possuirão a terra. Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.  Felizes os puros de coração, porque verão a Deus. Felizes os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. Felizes os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino do Céu. Felizes sereis, quando vos insultarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o género de calúnias contra vós, por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque grande será a vossa recompensa no Céu.

(Mt 5)

Esse é o tesouro digno de avaliação eterna. E Jesus deixou escrito o caminho para encontrá-lo em sua Palavra, pois cuidadosamente ocultos nele se acham todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento” (Cl 2:3)

Por Auxilandia, pastora em Cristo, serva de Deus.

23 - 11 - 2011     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|