Buscai o Senhor e o seu poder; buscai perpetuamente a sua presença
(I Cr 16:11)

 

         Adorar vários deuses associados à natureza e à fertilidade era comum nas culturas antigas.

         Lá pelo ano 2.091 a.C.,  Abraão recebe de Deus um chamado para ir a terra de Canaã. Lá, os deuses eram venerados como doadores da natalidade e da produção agrícola. No momento da vocação, o hebreu, que também convivia com o politeísmo, recebe um desafio: crer no Senhor, que é maior que todos os deuses. Esses são na verdade ídolos que não fazem bem ou mal. Além disso, deveria anunciar que o Deus que lhe chamou era o único criador e sustentador da vida. Ele creu, obedeceu e se tornou o pai da fé.

 

Cantai ao Senhor, todas as terras; proclamai a sua salvação, dia após dia. Porque todos os deuses dos povos são ídolos; o Senhor, porém, fez os céus. (I Cr. 16:23-26)

 

         Hoje ainda persiste a ideia de veneração a inúmeros deuses com diversos caminhos que conduzem a um deus. Mas Davi, ao escrever cânticos em forma de salmos para louvar ao Senhor, deixou claro que é Deus unicamente que aponta o caminho da salvação. Ele exclamou:

 

Ele é o Senhor, nosso Deus; os seus juízos permeiam toda a terra.
(I Cr 16:14)

 

         Kisse é termo hebraico que significa trono e refere-se a um lugar de honra. Os reis se assentam em tronos e assim se confirma a autoridade real.

 

Eu estabelecerei o seu trono para sempre.
(I
Cr. 17: 12)

 

         Deus fez aliança com Davi por meio da promessa de que Salomão, seu filho, herdaria o reinado de Israel.  Os reis que sucederam a Salomão também assentaram-se no trono de Davi como parte do plano divino.

Mas o cumprimento dessa profecia deu-se com Jesus Cristo, descendente da linhagem de Davi. Na cultura hebreia, um descendente era também chamado de filho, independentemente de sua posição na árvore genealógica.  Por isso Jesus é também chamado de filho de Davi.

O trono de Davi, o homem segundo o coração de Deus, foi estabelecido eternamente pelo Filho de Deus.

Jesus assentou-se de forma diferente. Seu reinado aconteceu no plano espiritual, em que valores éticos e pautados na bondade, justiça e misericórdia pontuaram sua realeza.

 

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz.
(Is. 9.6)

 

Só Jesus salva. Essa frase é dita por milhões de cristãos que entenderam que somente há um caminho que conduz à eternidade ao lado do criador.

Pensamentos conflitantes acerca do verdadeiro Deus permeiam a mente da humanidade. Por essa razão, a crença de que existe apenas um senhor supremo se populariza cada vez mais. E ídolos idealizados por homens tornam-se pedra de tropeço para quem não conheceu o amor eterno daquele que é maior que todos os deuses criados. É o Deus único que mantém o universo pelo poder de sua palavra.

 

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
(Jo. 14:6)

 

         O caminho que salva o homem da perdição do reino da maldade é Jesus. O Deus feito homem veio justamente implantar um reinado que consiste em paz e alegria de espírito. Mas não para por aí. Atinge a dimensão da salvação da alma do homem.

         Como o pecado entrou no mundo por meio da desobediência de um só homem, o resgate da condição de pecador para justificado se definiu em Cristo.

Assim como o pecado reinou na morte, também a graça reina pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.
(Rm 5: 12)

 

 

         Davi não duvidou sobre a salvação prometida divinamente a seus antepassados quando escreveu o cântico:

 

Ruja o mar e a sua plenitude; folgue o campo e tudo o que nele há. Regozijem-se as árvores do bosque na presença do Senhor; porque vem a julgar a terra.

(I Cr 16:31)

 

         Vem Senhor Jesus! (Ap 22:20)

Por Auxilandia, pastora em Cristo, serva de Deus.

21 - 12 - 2011     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|