Levanta-te, resplandece, porque já vem a tua luz, e a glória do Senhor vai nascendo sobre ti. (Is. 60)

 

            Qual o valor da luz? A claridade não é somente algo bom, mas necessário. Trevas são barreiras que impedem rapidez num processo. A importância da luz na dimensão física é campo de estudo em todo universo e avança na medida de sua velocidade.

            A alma, conceituada por Aurélio como a sede dos afetos, sentimentos e paixões também carece de luz. Quantas noites frias são encontradas em dias perfeitos? A resposta seria nenhuma se o vocábulo noite fosse analisado como o espaço de tempo em que o sol está abaixo do horizonte. Mas quando o significado adentra o campo mental, muitas são as possibilidades de ocorrência.

Nunca mais se porá o teu sol, nem a tua lua minguará, porque o Senhor será a tua luz perpétua, e os dias do teu luto findarão. (Is. 60:20)

            Certas situações deixam marcas na mente. Sinais de tristeza, solidão, mágoa e medo apontam para trevas no coração. Isaías relata que Jerusalém viveu períodos de escuridão. Invasões de estrangeiros, guerras, destruição do templo, mortes e fomes pontuaram a vida de seus habitantes. Como reagiu o povo?

            Deus enviou profetas para anunciar o alívio das trevas com um lampejo de luz. Um raio no fundo do túnel apareceria para apagar do pensamento tempos indesejáveis. E a glória do Senhor nasceria sobre todo aquele que cultivasse a fé.

Projetar a visão para um tempo futuro e crer na restauração divina foi fundamental para preservar a lua cheia e crescente nas noites frias de Jerusalém durante o cerco da Babilônia e da Assíria. Os israelitas que elegeram o Senhor como a luz perpétua  obtiveram êxito na administração das trevas interiores.

Quem são estes que vêm voando como nuvens e como pombas, às suas janelas? (Is 60.8)

            Certamente são os que confiam no Senhor. São os que lutam por desenvolver um estilo de vida reto, que validam um relacionamento saudável com Deus.

Pomba é símbolo, em diversas culturas, de sossego, serenidade. Nuvem no sentido bíblico denota proteção. Não importa o deserto em que se esteja. Se o Deus da providência é invocado, o socorro chega como relâmpago que não se sabe de onde vem.

Como acender o império da luz? No dia a dia, todo cuidado é pouco para não apagar o brilho do Espírito Santo. Jesus é a luz do mundo. Ele veio para dissipar as trevas. E deixou claro que o homem deve colocar sua candeia em lugar alto para que ilumine toda casa.

Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.

 (Mt 5:14)

Pensamento gera ação. Paulo ensina o que se deve pensar:

Tudo que é verdadeiro, honesto, justo, puro, amável, de boa fama, e tudo que há virtude ou louvor. (Fp 4:8). 

Boas obras refletem a luz que guarda o coração e os sentimentos de quem já renasceu em Cristo.

A luz dos olhos alegra o coração. (Pv. 15:30). O coração do sábio instrui a sua boca. (Pv 16:23)

            Jesus alertou que palavras justificam ou condenam. Pessoas que falam coisas agradáveis atraem para si o império da luz. É preciso profetizar vitórias, alegrias, realização do projeto de Deus.

Por Auxilandia, pastora em Cristo, serva de Deus.

25 - 02 - 2012     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|