Saia a minha sentença de diante do teu rosto; atendam os teus olhos à razão. (Sl 17:2)

 

            Diante de um juiz, ninguém ousa exigir sentença antes do julgamento do feito. As petições se limitam às instruções do advogado e são juntadas no processo após publicação de despachos. Há tempo determinado para cada etapa.  

O salmista Davi entendia bem do direito que regia seu tempo. Toda sentença era pronunciada diante de testemunhas e nem sempre refletia a reta justiça. Por essa razão, não perdia tempo. Apelava para o juiz de toda terra. E não precisava de intermediários.

Ouve, Senhor, a justiça e atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não é feita com lábios enganosos. (Sl 17)

Fé implica elementos de risco. É acreditar naquilo que humanamente torna-se impossível de se obter sem o auxílio divino. Davi estava diante de inimigos que planejavam sua morte. Por essa razão, desenvolveu confiança inabalável no advogado que está além das nuvens. Não confiou na força do braço mortal.

Quanto  a mim, contemplarei a tua face na justiça; (Sl 17:15)

Garantia de sentença favorável é pronunciada nos momentos de oração. Elevar a voz a Deus em forma de cânticos, louvor, petições é comando para quem deseja alívio nas lutas travadas pelas hostes da maldade.

Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita. (Sl 16:8)

Eleger o Senhor como guia foi decisão que levou o salmista a vencer opositores com a força da destra divina. Não a dele. Até porque inúmeros eram seus inimigos.

Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos. (Mt 5:6)

 

Jesus deixou registrado ensinamento sobre desejo de justiça. É um tema que permeia gerações. O ser humano herdou de Deus capacidade de raciocínio que exige julgamento segundo a melhor consciência. E, então, esforça-se por viver num mundo que busca equidade.

Entretanto, quando o reino espiritual da maldade entra em ação, porque há brechas, o direito apresenta-se destorcido. Nesse caso, a senha para não entrar em desespero é seguir o conselho do mestre Jesus.

Ter fome e sede de justiça é combater o mal que ataca corações desprovidos do Espírito Santo. Intercessão por um mundo mais justo faz mover o reino espiritual a favor da humanidade. O apóstolo Paulo enfatizou o valor do poder de Deus que ultrapassa qualquer conhecimento humano.

A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus. (I Co 2:4-5)

 

Deus, e mais ninguém, concede livramento nas horas mais angustiantes da vida. E determina a decisão final.

Escolhi o caminho da verdade; propus-me seguir os teus juízos.

(Sl 119:30)

Colocar segurança em recursos materiais é desprezar garantia divina nas batalhas diárias.  O salmista se propôs a trilhar veredas indicadas pelo Senhor e a praticar juízos divinamente ordenados. E fez bem. Não se apoiou na condição de rei ou possuidor de bens em abundância. Mas inundou o céu com pedidos de livramentos e justiça.

Por Auxilandia, pastora em Cristo, serva de Deus.

08 - 03 - 2012     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|