Quem nunca assistiu a filmes com tema "caça ao tesouro"?
Todos nós já compartilhamos alegrias em comentar cenas que relatam busca do desconhecido. A Bíblia é o livro que mais retrata fatos sobrenaturais. Enquanto os filmes mostram ficções e histórias criadas por mentes humanas, as Escrituras demonstram uma cosmovisão baseada na realidade da presença e atividade sobrenaturais de Deus. Entre 745 e 680 a.C., Isaías recebe um chamado divino para anunciar ao povo israelita prenúncios de julgamento, esperança e vitória. Dentre essas mensagens, encontra-se o anúncio de um líder do poderoso império persa, Ciro, que iria, num futuro próximo, subjugar Babilônia e restabelecer os judeus em sua terra natal. Todo esse assunto foi orquestrado pela boca do Senhor um século antes deste conquistador nascer. A ele foi dado os tesouros escondidos e as riquezas encobertas para que soubesse que o Deus de Israel era o Senhor. Com essas armas poderosas, Ciro libertaria Israel do poder da Babilônia. Ele sairia à procura do tesouro que tanto Israel procurava: libertação do jugo babilônico. E encontrou porque o Senhor o havia escolhido para tal missão.
         Isaías entende que o mistério pertence ao Criador. No versículo 15 do capítulo 45, ele exclama: "verdadeiramente, tu és Deus misterioso, ó Deus de Israel, ó Salvador!" Paulo escreve aos romanos sobre a maravilhosa sabedoria dos desígnios divinos: " ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! (Rm 11: 33). Nós temos a mente de Cristo e "nele estão ocultos todos os tesouros do conhecimento e da sabedoria" (Cl 1:3). Nós somos despenseiros dos mistérios do reino de Deus para libertar os cativos das potestades de Satanás para Deus e transportá-los para o reino do filho do seu amor. Para tanto, utilizamos as armas poderosas em Deus para despedaçar fechaduras de ferro e cadeados de bronze, pois o Senhor vai a nossa frente endireitando os caminhos tortuosos. Assim como Deus interveio poderosamente em favor dos exilados, o nosso clamor provoca promessa de restauração baseada na palavra divina que sempre cumpre seus propósitos. Da mesma forma que Deus chamou Ciro pelo nome antes mesmo que ele o conhecesse, somos os agentes por meio dos quais o Todo Poderoso se revela àqueles que ainda desconhecem a fonte de toda sabedoria.
          "Porei a minha lei no íntimo deles e a escreverei nos seus corações. Serei o Deus deles e eles serão o meu povo." (Jr. 31:33)
         Essa promessa é a fonte do conhecer e do saber. A Palavra de Deus como sua lei nos leva ao encontro do tesouro escondido e das riquezas encobertas.

Por Auxilandia, serva de Deus, pastora em Cristo.

 
7 de setembro de 2009
 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|