Páscoa

Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés, e cajado na mão. Comê-lo-eis à pressa. É a Páscoa do Senhor.

Ex.12.11

 

            Páscoa vem do hebraico pesah e quer dizer passar sobre, poupar. Foi a festa instituída por Deus como memorial da libertação de Israel do Egito.

Figuradamente, uma antecipação espiritual do sacrifício expiatório de Jesus.

            Lá no Egito, após a última praga, Deus instituiu a Páscoa e determinou que o sangue do cordeiro imolado fosse aspergido nos umbrais da casa para que o anjo exterminador passasse longe.

             Por isso, a Páscoa é a passagem do Egito para a Terra Prometida.

 

O sangue será por sinal nas casas em que estiverdes; quando eu vir o sangue, passarei por vós,  e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir. (Ex. 12.13)

                        A libertação foi com honra. Até a prostituta Haabe que temeu ao Senhor e escondeu os espias teve o sangue do cordeiro sobre a casa dela e foi salva. Ela obedeceu ao que disse Josué e Caleb e livrou sua vida e a de sua família.

Hoje, quem representa o cordeiro pascal?

E, no primeiro dia da Festa dos Paes asmos, quando se fazia o sacrifício do cordeiro pascal, disseram-lhe seus discípulos: onde queres que vamos fazer os preparativos para comeres a páscoa?

(Mc 14.12)

 

Lançai fora o velho fermento, para que sejais nova massa,, como sois de fato sem fermento. Pois também Cristo, nosso cordeiro pascal, foi imolado. (I Co 5.7)

                        Jesus veio para se oferecer em sacrifício vivo por nós. Ele foi imolado pelos nossos pecados.

                        Isaías profetizou muitos séculos antes da chegada do Cordeiro que tira o pecado do mundo:

Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados são como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que são vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como a lã. (Is 1.8)

                        Esse é o maior significado da páscoa cristã: a morte sacrificial de Jesus, para tirar o pecado e garantir a entrada nos portais eternos e promover a salvação da humanidade que crer. Mas é pela fé.

            A Páscoa judaica é contada como algo que aconteceu no princípio da formação do povo que daria origem a Jesus.

            Nos dias de hoje é a páscoa cristã, que comemora a morte e paixão de Cristo, significando que  Deus leva à liberdade e salvação e estabelece a nova identidade dos participantes, daqueles que se tornam o povo de Deus.

             A páscoa cristã é a comemoração da morte expiatória de Jesus, o Cristo, que concedeu vida eterna.

Por Auxilandia Pementa.








26 - 03 - 2015     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|