Em sonho ou em visão de noite, quando cai sono profundo sobre os homens, e adormecem na cama, então, abre os ouvidos dos homens, e lhes sela a sua instrução, para apartar o homem do seu desígnio e esconder do homem a soberba, para desviar a sua alma da cova e a sua vida, de passar pela espada. (Jó 33.15)

 

            Sequência de fenômenos psíquicos (imagens, representações, atos, idéias, etc.) que involuntariamente ocorrem durante o sono”. Este é o conceito atribuído por Aurélio à palavra sonho.

            E a Bíblia? O que diz sobre sonhar, ter visões noturnas e acordar impactado com o que se passou durante o sono?

            As Escrituras revelam que a multiforme sabedoria divina fala à sua criação pelos sonhos também. E, ao analisar a maneira mais usual, o sonho e as visões noturnas ou diurnas se constituem a palavra de Deus enviada para mudar situações, quebrar cadeias e livrar a alma da morte.

 

Então, abre os ouvidos dos homens e lhes sela sua instrução. (Jó 33.16)

 

            A misericórdia eterna de Deus abre os ouvidos humanos. Mas nem sempre os humanos dão ouvidos ao que compreendeu. Não por rebeldia, mas por imprudência, por entender que o sonho não foi aviso divino, mas fruto de um dia lotado de atividades.

            O inimigo do homem, o diabo, que anda ao derredor rugindo como leão, é capaz de enviar pensamentos para tirar a mensagem recebida por sonhos ou visões e abrir caminho para a destruição.

 

Mas Deus livrou a minha alma de ir para a cova; e a minha vida verá a luz. (Jó 33.28)

            Nada acontece por acaso no reino espiritual. E nem no físico, já que um mundo se comunica ao outro, e caminham paralelamente.

            Para que se possa dizer que a alma foi livrada da cova e a luz desceu do alto, vinda do Pai das Luzes, é preciso disciplina em obedecer à voz de Deus. Ela fala de várias maneiras, em épocas diferentes.

            A oração estratégica é a direcionada pelo Santo Espírito. E os sonhos e visões dão essa direção, pois chegam ao pensamento pelo próprio Espírito. Por isso, Deus mostra, usando esse meio de comunicação, os laços para que seja a misericórdia enviada no tempo oportuno.

 

Eis que tudo isto é obra de Deus, duas e três vezes para com o homem, para desviar a sua alma da perdição e o alumiar com a luz dos viventes. (Jó 33.29)

 

            Os olhos de Deus são tão puros que não podem contemplar o mal, disse o profeta Habacuque. Como gemidos inexprimíveis marcam o cuidado de Deus por meio da intercessão de seu Santo Espírito, ele não desiste de avisar mais de uma vez. Usa profetas, revela em sonhos e visões o laço do passarinheiro. Quem detém o conhecimento não é destruído.

            Entretanto, há sempre aqueles que dizem, por sabedoria própria, que não passam de produto de medo ou preocupação.

            Interessante é lembrar que ouvir a Deus requer um treino, uma devoção, um rito de buscar incessantemente a voz do Todo Poderoso. A adoração no antigo testamento seguia um certo ritual. Isso para que não se perdesse o hábito de adorar.

Porque o ouvido prova as palavras como o paladar prova a comida.

 (Jó 34.3)

            Temos provado as palavras de Deus proferidas por meio de sonhos e visões? Temos crido nas profecias? Crede nos profetas e prosperareis, disse o pregador em Eclesiastes.

            Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.

06 - 05 - 2015     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|