No princípio criou Deus os céus e a terra (Gn 1:1)

        "Projeto é um empreendimento a ser realizado dentro de determinado esquema"(Dicionário Aurélio). Envolve fases, que por sua vez requer planejamento e execução. O primeiro livro Sagrado que Moisés escreveu relata a revelação de um Deus criador que por sua Palavra fez os céus e a terra, seguindo uma ordem e estabelecendo leis para governar o que fora criado. A partir de um princípio resultante na criação dos céus e da terra, o Supremo Criador idealizou a formação da luz e a separação das trevas, a separação das águas e da parte seca, a produção de ervas, de animais aquáticos e terrestres e de árvores frutíferas. Determinou também a existência de luminares para separação entre dia e noite. Fez o homem e a mulher e os colocou para dominar a terra. Tudo isso Deus fez a partir de um projeto eterno que durou 6 dias na linguagem bíblica. E abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra, que Deus criara e fizera (Gn 2:3). Esta linguagem humanizada para compreendermos Deus, que está acima de tudo que possamos imaginar, remete-nos à ideia de que devemos mesclar nosso tempo investido nos projetos com pausas para recobrar o ânimo. Deus não se cansa, nem se fadiga. O nosso descanso também não é nesta terra. Devemos elevar nosso pensamento naquele que projetou o universo com sua Palavra e o trouxe à existência a partir das coisas que não existiam. Dessa forma, devemos traçar nossos sonhos, depositando-os nas mãos daquele que nos dá as estratégias de concretizações. Esse é o descanso apontado nas Sagradas Escrituras. Descansar em Deus é está sob sua vontade, sua direção e sob seu projeto em nossa jornada diária.

        Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. (Ec. 3:1). Salomão escreveu este texto a partir de sua sabedoria recebida do Trono da Graça e nos convida a entender este princípio divino. No primeiro dia, Deus criou a luz, e, no segundo, já havia o conceito de tarde e de manhã porque houve separação entre luz e trevas. Iniciar a realização de um sonho requer paciência, longanimidade, perseverança e foco no objetivo. Exige a compreensão de que há tempo para cada fase de um projeto, e as atitudes durante a espera é que vão determinar o sucesso ou o fracasso. Aqueles que alimentam a esperança no Deus, que sustenta a criação numa ordem perfeita e harmônica, levantam os olhos e veem o cumprimento das promessas. Pedir, bater, buscar é ordenança bíblica. Invocar a Deus para saber seus sonhos a nosso respeito é ir além da dimensão natural e adentrar a eternidade para trazer de lá a vontade boa, perfeita e agradável que nos conduzirá ao bom êxito. Mas Salomão fala de tempo de alegria e também de choro. Tempo de plantar e de colher, de abraçar e de afastar-se de abraçar. Por quê? Nosso Deus sente prazer no sofrimento de alguém? Não. Ele é puro, santo, bom e não deseja a morte do perverso, mas que ele se arrependa e viva. Há um reino da maldade, comandado por Satanás, que tenta frustrar o plano que Deus traçou na eternidade para cada filho seu. O que fazer diante desses dissabores? Tomar posse da Palavra criadora, Logus, que diz que nenhum dos planos de Deus será frustrado. Enquanto passamos pelo tempo do choro, da solidão, da amargura, da dúvida e da insegurança, lembremo-nos da chegada do tempo da bonança, em que Deus trará a luz tudo que estiver oculto no reino das trevas e nos conduzirá ao fortalecimento no seu poder. Ele colocou por sua Palavra as armas e as estratégias para vencermos o dia mal. A oração traz o sustento necessário em tempos de seca espiritual e projeta nossos olhos para o futuro, em que Deus se levantará com poder e glória e nos conduzirá ao bom resultado.

        Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que em seu tempo vos exalte; lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. (I Pe 5:7-8). Em todo nosso projeto há uma fase que devemos observar: o reconhecimento de que nossa força e sabedoria vêm de Deus e a exaltação também. Porém, a humildade precede a honra; e o choro, a alegria. Esperemos no Deus que nos dispensa cuidado eterno.

Por Auxilandia, serva de Deus, pastora em Cristo.

24 - 01 - 2010


 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|