Espere Israel no Senhor  
P
o
r
q
u
e
 
n
o
 
S
e
n
h
o
r
 
h
á
 
m
i
s
e
r
i
c
ó
r
d
i
a

Espere Israel no Senhor, porque no Senhor há misericórdia, e nele há abundante redenção. (Sl. 130.7)

            Ajuda ou recurso capaz de livrar ou salvar alguém de situação aflitiva ou perigosa é conceito atribuído por Aurélio à palavra redenção.

            Sim, sem dúvida alguma, Deus garante salvação para vida eterna e para momentos de inquietações na presente era.

            O perdão é o acesso aos portões eternos. Todos pecam. Na essência do Deus que ama, o perdão está preparado para o resgate do pecador.

Senhor, se levardes em conta as nossas faltas, quem poderá subsistir? Mas em vós encontra-se o perdão, Deus de Israel. (Sl. 130.3)

Perdoar é fácil? Não.

O reino celeste se toma por esforço. Sem uma disciplina rígida para exercer o perdão, a redenção celeste fica retida nos ares.

Quem vence com a falta de perdão? Satanás, o acusador e aproveitador da situação de pecado para agir com liberdade.

Por ser para a humanidade proteção e refúgio, Deus capacita o que tem vontade expressa de obedecer aos preceitos divinos a seguir perdoando e rejeitando a raiz de amargura.

Os que estão plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus. (Sl. 92.13)

Paulo alertou que é preciso congregar para que a fé não desfaleça. É preciso ouvir diariamente a Palavra que limpa e produz vida. Como Tiago ensina, não é somente ser ouvinte para que atitudes sejam mudadas. Praticar é base para desenvolver a caminhada cristã.

Por amor de Sião não me calarei, por amor de Jerusalém não descansarei, enquanto não surgir nela, como um luzeiro, a justiça e não se acender nela como uma tocha a salvação. (Is. 62)

 Cada um, com seu dom, é instrumento da aliança de Deus com o povo redimido. O serviço em prol do reino envolve anunciar o evangelho e a justiça em Deus por meio de seu filho Jesus Cristo.

A humanidade deve estar ciente de que a acomodação leva à morte espiritual. A comunidade cristã deve ser reunir para o exercício dos dons espirituais e ir ao mundo pregar o evangelho.

A proposta de adesão ao convite de Jesus deve ser feita com o coração quebrantado pelo perdão, amor e pela misericórdia. A perfeição está em Cristo. Porém, a imperfeição humana não pode ser, jamais, motivo de desculpa para não se fazer a obra do Senhor.

Entretanto, a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando cada vez mais até a plena iluminação do dia.
(Prov. 14.18)

Sede santos, como santo é o vosso pai. Jesus ensinou aos discípulos que a santidade é possível, mesmo que seja como a luz do sol que nasce pela manhã e adquire sua força total de iluminação e calor durante certa hora do dia. Paulo explicou que a imagem do Senhor é desenvolvida na humanidade como por espelho, mas não é de uma só vez.

É de glória em glória, e aos poucos. Uma busca diária da presença do Senhor garante viver como Jesus viveu: perdoando, compreendendo que a luta não é contra a pessoa, mas contra as hostes da maldade. Contra o reino dominador das trevas. E luta contra inimigo de Deus se vence com armas poderosas nele.

A mentalidade mundana prega a violência e a indecência nos jogos, filmes e em tudo que possa garantir a influência do reino satânico.

 O mal não se instala de uma só vez não. Ele entra no coração aos poucos, devagar, com estratégias e com perseverança. Por isso, todo olho e ouvido espirituais abertos ainda é pouco.

A palavra de Deus vai tirar as escamas e revelar o que está por trás de cada planejamento maligno. O primeiro passo diabólico é lançar no coração raiva, mágoa, ira, falta de perdão.  E pecado não confessado afasta a redenção. Lutemos para que ninguém tire nossa salvação.

E
 
n
E
l
e
 
h
á
 
a
b
u
n
d
a
n
t
e
 
r
e
d
e
n
ç
ã
o
  Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.  

21 - 01 - 2016     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|