O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo;
(Ag. 1.14)

 

            Era promessa de Deus a reconstrução do templo de Jerusalém. O Exílio acabaria e o retorno à Terra Prometida era certo. Promessa de Deus se cumpre no tempo determinado por ele. Esperança bíblica não pode faltar no coração.

            ...eles vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus. (Ag. 1.14)

            Deus levantou Ageu e Zacarias como profetas para animar o povo no trabalho da reconstrução do templo. Sem a voz profética, o ânimo esfriaria.

            Duras realidades encontraram os exilados da Babilônia. Mas esse cenário não impediu o início da obra. Embora falta de esperança e incredulidade permeassem a vida dos que retornaram com a missão de edificar a Terra Prometida novamente com a presença do templo reconstruído, muitos comandos bíblicos foram obedecidos.

Os profetas desafiaram o povo a lembrar dos grandes feitos do Senhor e a buscá-lo em primeiro lugar.

Ora, pois, esforça-te, Zorobabel, diz o Senhor, e esforça-te, Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e esforçai-vos, todo o povo da terra, diz o Senhor, e trabalhai; porque eu sou convosco, diz o Senhor dos Exércitos. (Ag. 2.4)

            A esperança bíblica foi clara: Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, te tomarei, ó Zorobabel, servo meu, e te farei como um anel de selar, porque te escolhi, diz o Senhor dos Exércitos. (Ag. 2.23)

            Hoje, a reconstrução do templo ainda é requerida. Não somente templo físico, mas a casa onde habita o Espírito Santo de Deus. Paulo explica que o corpo é templo da morada divina.

Em que estágio encontra a obra feita nos corações para reconstruir áreas da vida que foram atacadas por Satanás?

            Nosso coração precisa ser reconstruído com a Palavra criadora de Deus. Os corações das ovelhas postas sobre nossa responsabilidade também devem, a cada instante, receber uma reforma ou mesmo uma reconstrução.

E tu, ó menino, serás chamado profeta do Altíssimo, porque hás de ir ante a face do Senhor, a preparar os seus caminhos. (Lc 1.76)

            João Batista construiu o caminho pelo qual o reino dos céus foi implantado com a vinda de Cristo Jesus como homem.

            Construiu o caminho com sofrimento, com críticas, calúnias. Até que perdeu a vida por pregar o arrependimento. No início da implantação do reinado de Jesus, muitos foram os problemas enviados pelo inferno, mas a construção do reinado eterno não parou.

            Em meio aos sofrimentos, os profetas proclamaram a mensagem, o templo foi reconstruído e a promessa divina cumprida.

Paulo, ao começar a caminhada, expressou o peso de ser servo fiel:

“E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.”

(1 Co 2.3)

            Na reconstrução de nossas vidas, a perfeição não existe. Apenas uma vontade expressa no agir responsável de colocar a mão no arado. Com temor, tremor, fraqueza e olhando para o alvo, que é Cristo, o templo vai sendo construído, ou reconstruído.

            E tem recompensa:

As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam.

( 1 Co 2.9)

 

Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.

 

06 - 04 - 2016     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|