Porque sei que o meu redentor vive e por fim se levantará sobre a terra. Depois, revestido este meu corpo da minha pele, em minha carne verei a Deus. (Jó. 19.25-26)


            Quantas acusações atingem corações justos? Inúmeras. A cada instante um justo é acusado e a redenção se distancia, até que venha Deus com a reta justiça.

 

Redenção, segundo Aurélio é “ajuda ou recurso capaz de livrar ou salvar alguém de situação aflitiva ou perigosa.”

        

         Um homem temente a Deus, reto e justo e que se desviava do mal foi acusado por três amigos íntimos e por todos quantos souberam de sua calamidade. Jó estava em conflito, mas deu passos sobre a Rocha Eterna para enfrentar o sofrimento.

 

Mas eu falarei ao Todo Poderoso; e quero defender-me perante Deus. (Jó 13.3)

Falar com os amigos acusadores não resolveu a calamidade Jó. Porém, quando resolveu constituir um advogado que mora além das nuvens, o coração dele recebeu alento.

Jó seguiu fiel a Deus e com sinceridade falou do que o coração estava cheio: dúvida, tristeza, decepção, medo, incerteza, dores. E muito mais.

As vossas memórias são como a cinza; as vossas alturas, como alturas de lodo. (Jó 13.12)

A sabedoria divina vai além do que a humanidade conhece. Os amigos não sabiam que havia uma aposta de peso eterno instigada por Satanás contra Jó. E o acusaram, e o fizeram chorar ainda mais na sua tristeza.

Bem sei que tudo podes, e nenhum de seus pensamentos pode ser impedido. (Jó 42)

A verdadeira sabedoria subsiste com a ajuda divina. Jó questionou a Deus e obteve a resposta de que Deus se levantaria por fim e julgaria sua causa. No entanto, a sabedoria desce do alto somente para os que temem a Deus e deixam de praticar o mal.

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência. (Pv 9.10)

Sem praticar o mal, Jó sofreu. Os malignos podem não sofrer nesta vida, mas a segunda morte num lago de fogo é certa como o sol que se põe todas as noites.

As fontes de alegria terrena de Jó foram secas. Uma alternativa lhe restou: buscar na fonte que jorra para vida eterna.

Ele é sábio de coração, poderoso em forças; quem se endureceu contra ele e teve paz? ( Jó 9.4)

Essa conclusão brotou de um coração humilde que aceitou o sofrimento mesmo sabendo de sua inocência. Algo sobrenatural estava ocorrendo e a explicação deveria descer do céu, pois uma pessoa justa seria absolvida no tribunal de Deus.

Ele foi honrado com a resposta poderosa que impactou seu coração: E o Senhor virou o cativeiro de Jó quando ele orava por seus amigos (Jó 42.10)

Além de redimido, Jó foi aceito como intercessor e recebeu a justa restituição de toda perda que sofreu.

Por Auxilandia, pastora em Cristo.

20 - 04 - 2016     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|