Pois nele se alegra o nosso coração, porquanto temos confiado no seu santo nome.
(Sl 33.21)

 

                        Samah é a palavra hebraica que expressa alegria.  Refere-se a uma emoção espontânea, ou felicidade expressa de maneira visível.

 

Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós justos; e cantai de júbilo, todos vós que sois retos de coração. ((Sl. 32.11)

            A ordem divina para buscar alegria não é para aquele que está com a vida terrena em ordem. É para os justos e retos de coração mesmo que a figueira não floresça, que os campos não produzam mantimento ou que o rebanho seja exterminado da malhada, ou ainda que falte tudo.

            Em meio ao caos, é impossível cultivar o fruto do Espírito chamado alegria. Só um caminho é encontrado para que essa virtude nasça no coração como a estrela da manhã ao anunciar um novo dia: buscar ao Senhor em tempo e fora de tempo.

 

Cantarei ao Senhor enquanto eu viver; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu existir. (Sl 104.33)

            O verbo samah sugere três momentos: um sentimento espontâneo e continuado de júbilo; um sentimento tão forte que encontra a expressão em um ato exterior e um sentimento provocado por um incentivo exterior.

            O incentivo exterior ou interior sempre será Deus para os que confiam em seu ato protetor. Quem entregou seu próprio Filho para garantir a redenção por meio de morte de cruz não abandona e nem desampara nas guerras em que o vento do sul sopra velozmente.

           

Seja agradável a minha meditação. Eu me regozijarei no Senhor.

(Sl 104.34)

            Ímpios existirão sempre. Invocarão a ação satânica cujo resultado é roubo, morte e destruição. Mas aquele que se encarrega de provocar destruição específica a um justo do Senhor tem seus dias contados na terra.

Sejam extirpados da terra os pecadores, e não subsistam mais os ímpios. Bendize, ó minha alma, ao Senhor. Louvai ao Senhor. (Sl. 104.35)

 

            Pecadores são aqueles que buscam a malícia e o engano. Pecado é a ausência de tudo que tem valor verdadeiro. Jesus é a verdade. Aquele  que contraria os valores eternos que descem do Pai das Luzes necessita de arrependimento para receber a herança em Cristo Jesus.

            Mas o que aceita o sangue derramado para remissão dos pecados torna-se justo e reto de coração. E esse louva ao Senhor e medita em sua Lei sem se apartar dela.

A minha meditação acerca dele será suave; eu me alegrarei no Senhor.
(Sl 104.34)

 

            Alegrar-se no Senhor é uma disciplina diária. Lutas espirituais, enfermidades, desesperanças e impedimentos para prosseguir os projetos iniciados retiram a capacidade de enxergar uma luz e prosseguir para o alvo.

            Porém, o salmista ao escrever versos de adoração com o coração aflito, lembrou-se da majestade e da glória do criador e encontrou forças para prosseguir na caminhada:

Bendize, ó minha alma, ao Senhor. Senhor Deus meu, tu és magnificentíssimo. Estás vestido de glória e majestade. (Sl 104)

             Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.

25 - 05 - 2016     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|