E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem e para curarem toda enfermidade e todo mal. ( Mt 10).

 

Mal vem do grego kakos e traduz ideia de ruim, inútil, vil, desprezível, doloroso, trabalhoso, prejudicial. É a palavra contrária de kalos, que significa tudo que é benéfico, bom em ação.

Na consumação dos séculos, o mal será vencido. Entretanto, antes que Jesus inaugure o novo céu e a nova terra, o mal deve ser expulso.

O Filho de Deus chamou os discípulos e atribuiu responsabilidade de usar o poder sobre os espíritos imundos.

Não basta apenas buscar esse poder. É preciso colocar em prática a autoridade recebida do alto.

A oração, o jejum e a leitura sistemática das Santas Escrituras é a base da busca do poder.

 

Por que não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós. (Mt 10.20)

 

Sim, temos autoridade para falar pelo Espírito Santo. Mas, como o mal está atuante, precisamos de ajuda intercessória.

Sozinhos não vencemos principados e potestades. A igreja recebeu de Deus a multiforme sabedoria para expor os maiorais dos demônios ao ridículo.

A igreja tem responsabilidade na guerra espiritual. Não podemos cruzar os braços e deixar que espíritos malignos aprisionem vidas.

Somos bombardeados a todo instante por males que roubam a fé, a energia, a saúde e o bem-estar.

O que fazer? Devemos ser guerreiros da luz. Vestir a armadura de Deus e combater o mal.

 

O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento. (Os.4.6)

 

CONHECER DEUS e prosseguir conhecendo seu modo de agir pelas Santas Escrituras é o meio pelo qual se exerce a autoridade espiritual sobre os demônios.

A Palavra tem poder. Mas proferir algo sem a unção que despedaça o jugo não faz efeito algum sobre a malignidade de Satanás e sua hierarquia maldita.

É preciso buscar o poder diariamente.

 

E eis que uma mulher cananeia que saíra daquelas cercanias, clamou dizendo: Senhor, filho de Davi, em misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.

(Mt. 15.22)

Uma criança estava com demônios. O que se entende? Que a invasão demoníaca não respeita idade, sexo, raça ou padrão social.

Mas aquela mãe entendeu que Jesus era o libertador. Que a palavra que saísse da boca dele produziria frutos e seria usada como arma poderosa contra a casta demoníaca.

Ela creu e foi humilde. Implorou a cura de sua filha. A menina foi liberta pelo poder da palavra.

 Como ocorre a possessão demoníaca?

Muitas vezes, ingerindo-se comidas sacrificadas a ídolos. Objetos consagrados a entidades malignas entram na casa e são portadores do mal.

Por isso, Jesus alertou: vigiai e orai.

A possessão ocorre para trazer contendas, enfermidades, separações, divórcios, acidentes, e toda espécie de males. Principalmente manipulação da mente para descrer do poder de Deus.

Em verdade, em verdade vos digo, que antes que Abraão existisse, eu SOU. (João 8.58)

Ele veio para libertar os cativos.

Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.















































13 - 04 - 2017     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|