Então sairá o Senhor contra essas nações, como pelejou no dia da batalha. Aquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, então virá o Senhor meu Deus, e todos os santos com ele.

(Zacarias 14, 3)

 

 O profeta Zacarias, por volta do ano 500 a.C. inicia sua carreira profética clamando por arrependimento.

O povo, então, entende a mensagem e recebe de Deus oráculos de esperança e vitória na guerra contra as nações pagãs.

Reino eterno de justiça foi prometido. Profecias que se cumpriram, e que, ainda, irão se cumprir de forma plena na segunda vinda do Messias.

A terra geme esperando a redenção. Paulo disse isso quando entendeu que o presente século é influenciado por Satanás.

Por essa razão ele pede que o Espírito Santo seja o tudo que preenche o vazio da alma.

 

E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o Senhor dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente. (Is. 24.23)

 

Depois de vencer a batalha final, quem regerá as nações com cetro de justiça? Jesus, o cordeiro que tira o pecado do mundo.

Aquele que é o Príncipe da Paz, o Pai da Eternidade, o Conselheiro, o Maravilhoso, o Deus Forte.

Haverá sinais milagrosos, o monte das Oliveiras será partido em dois, o frio e a noite não mais existirão. Serão tempos eternos, com a luz do próprio Criador.

 

 

E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. (Zc 14.4)

Mas será um dia conhecido do Senhor; nem dia nem noite será; mas acontecerá que ao cair da tarde haverá luz.
Naquele dia também acontecerá que sairão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas para o mar ocidental; no verão e no inverno sucederá isto.
E o Senhor será rei sobre toda a terra; naquele dia um será o Senhor, e um será o seu nome. (Zc 14.7-9)

 

A escatologia, a doutrina das coisas que devem acontecer no fim do mundo, revela que o fim está contido na história.

Para os que dormem em Cristo, ou os que estão vivos e recriados segundo a justiça e a verdade em Deus, será um dia glorioso, de vitória final.

Para os que o rejeitaram, será um dia horrendo.

Que a terra entenda a importância da salvação eterna em Cristo Jesus.

 

Por Auxilandia, pastora em Cristo.

 

15 - 06 - 2017     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|