Portadores da Glória
 
Porque a erra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar.
(Hc 2.14)

 

 

Habacuque profetizou numa época em que o rei Josias gerenciou Judá segundo os preceitos de Deus. Ele fez o que era reto.

O profeta colocou em destaque a reta justiça divina e anunciou que uma reforma era necessária, já que havia um remanescente fiel, porém era preciso que o restante se colocasse na posição de portadores da glória de Deus.

 

Buscai o Senhor, vos todos os mansos da terra, que cumpris o seu juízo. (Sf. 2.3)

 

Manassés havia governado meio século e conseguiu implantar em Judá a idolatria, a opressão, a desonestidade.

Naquele contexto, Sofonias anunciou palavras de busca pela face de Deus e arrependimento.

 

Para ser portador da glória de Deus, requisitos espirituais são exigidos.

 

Noé conseguiu se destacar como justo em sua geração. Carregou em si a marca da justiça e da retidão.

Um remanescente fiel em Judá atraiu a glória de Deus e serviu como base para o chamado de muitos profetas.

Profetas que se colocaram a serviço do reino eterno e divulgaram a Palavra de julgamento e esperança.

 

              Buscai a justiça, buscai a mansidão.  (Sf.2.3)             

 

Glória vem do grego doxa e traduz ideia de honra como resultado de uma boa opinião. É usada acerca da natureza e atos de Deus em auto manifestação.

 

O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser, sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, ele se assentou à direita da Majestade nas alturas.
(Hb 1.3)

Portar a glória de Deus passa pela justificação. O sangue de Cristo derramado purifica o pecador arrependido.

A justiça divina se manifestou em Jesus, cujos atributos eternos são comunicados à humanidade redimida para herança com ele na glória eterna.

Haverá o tempo em que os corpos dos que morrerem em Cristo serão glorificados e cada um receberá dele o louvor.

 

Vale ser portador da glória de Deus.  Carregar em si a marca da promessa e o selo do Espírito Santo é possuir o tesouro escondido em busca da vida eterna.

 

Nele fomos também escolhidos, tendo sido predestinados conforme o plano daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade, a fim de que nós, os que primeiro esperamos em Cristo, sejamos para o louvor da sua glória.

(Efésios 1. 11)

 

Nesta terra, somos representantes da autoridade de Deus sobre as enfermidades e sobre os espíritos malignos. Somos embaixadores do reino celeste. Portanto, devemos trazer o pensamento cativo a tudo que diz respeito à eternidade.

A terra se enche do conhecimento da glória de Deus por meio dos instrumentos dele na terra. Assim como as águas cobrem o mar.

Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.

24 - 08 - 2017     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|