Eis que eu estarei ali, diante de ti sobre a rocha em Horebe.
(Ex.17.6)

 

 

    Rocha vem do hebraico sur e traduz ideia de montanhas, parede rochosa, rochedo íngreme.

    Durante a caminhada de Israel no deserto,  muitas murmurações foram enviadas ao céu. Moisés era o mediador entre o povo e Deus em todas as contendas e reclamações.

    Diante da sede que assolava em terras desertas, não havia sinal de água. A providência veio do alto como um milagre depois de uma conversa entre Deus e Moisés.

   

Ferirás a rocha e dela sairás água, e o povo beberá.
(Ex. 17.6)

   

    Rocha ou montanha é palavra usada para indicar segurança, firmeza.                      Algo que resiste ao vento, à chuva, às águas impetuosas.

    E sempre há surpresa atrás ou por baixo de uma rocha.

    Águas brotaram da rocha em Horebe e o povo prosseguiu a caminhada.

    Em tempos de escassez, a sede é brecha para buscar em Deus refúgio e recursos. Mas não da forma como o povo de Israel tentou ao Senhor emitindo palavras que exprimiram dúvidas do cuidado divino.

   

Porque a rocha deles não é como a nossa Rocha
(Dt 32.31)

 

    Moisés descreveu que o Deus a quem serviam era a Rocha Eterna, que não havia deus nenhum além dele.

   

Confiar na provisão da Rocha Eterna é elevar a fé e atrair as bênçãos das regiões celestes.

   

    Assim como há quem deposite a confiança no Deus que tudo criou, existem os que zombam do amor divino.

   

        Mas, engordando-se o meu amado, deu coices, ficou nédio e abandonou a Deus, que o fez, desprezou a Rocha da sua salvação.
(Dt 32.15)

 

    O sustento vem de Deus, sempre. E rejeitar a provisão divina é cair nas mãos do inimigo sem salvação.

        

     Quando passar a minha glória eu te porei numa fenda da rocha e com a mão te cobrirei, até que eu tenha passado.
(Dt 33.22)

 

           Deus não pode ser contido no céu dos céus, e por essa razão ninguém jamais viu a Deus. Moisés falava face a face, porém precisou ser escondido da glória de Deus para não morrer. O poder sobrenatural e os atributos eternos não comunicam com a humanidade, que é mortal e limitada.

        

         Dons perfeitos descem do Pai das Luzes e são doados pelo Espírito para cura, libertação e prosperidade. Quem busca com zelo os dons, consegue ser pedra viva que propaga a mensagem de salvação e conduz muitos à Rocha Eterna.

 

         Há outro Deus além de mim?

Não, não há outra Rocha que eu conheça.
(Is 44.8)

 

Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus

Setembro de 2019     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|