Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo teu nome sou chamado, ó Senhor, Deus dos Exércitos
( Jr 15.16)

 

 

         Poder é palavra que origina do hebraico yakol e traduz ideia de ser capaz, prevalecer, ter força, vigor.

 

         A capacidade de fazer algo vem de Deus. O poder emana do Criador e nada se pode fazer se dele não for concedido saúde, recurso e força.

 

         Jeremias, o profeta escolhido quando ainda era um menino apenas, passou por provações e em meio às angústias ao presenciar a destruição de sua terra natal apelou para o socorro divino.

        

         Entendeu o profeta que o poder para livrar estava na Palavra de Deus. Nela ele poderia confiar e descansar.

 

         Eu te porei contra esse povo como forte muro de bronze; eles pelejarão contra ti, mas não prevalecerão. (Jr 15.20)

 

        

         Assim como aconteceu nos dias antigos, a luta dos inimigos é ferrenha. Porém, o livramento de Deus é garantido para aqueles que permanecem diante do Trono da Graça.

         A oração é a chave que abre o espaço de vitória. Jeremias não se calou. Enviou para os céus pedidos de socorro.

 

Tu, ó Senhor, o sabes; lembra-te de mim, ampara-me e vinga-me dos meus perseguidores; não me deixes ser arrebatado, por causa da tua longanimidade; sabe que por amor de ti tenho sofrido afrontas. (Jr 15.15)

feliz, pois sofre afrontas por fazer o bem.

 

         Jeremias teve crédito ao conversar com Deus. Ele apresentou como memorial diante do tribunal divino suas prerrogativas espirituais.

         Ele afirmou nunca ter assentado na roda dos escarnecedores. Mas permaneceu solitário, esperando o agir divino a seu favor.

 

 

Arrebatar-te-ei das mãos dos inimigos, livrar-te-ei das garras dos violentos.

 ( Jr 15.21)

 

         Palavra poderosa de esperança Jeremias ouviu do próprio Deus. Os violentos teriam suas garras sem utilidade contra o servo fiel, que, solitário, foi assistido por anjos enviados do céu.

 

         Eu porém estou cheio do poder do Espírito do Senhor, cheio de juízo e de força. (Mq 3.8)

 

 

         O profeta Miqueias também se fortaleceu na força do poder de Deus e de seu Espírito e venceu os inimigos que se levantaram contra ele.

 

         Com o poder da Palavra de Deus não há exército inimigo quepermaneca de pé.

 

 

Irão muitas nações e dirão: Vinde e subamos ao monte do Senhor e à casa do Deus de Israel, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos pelas suas veredas; porque de Sião procederá a lei, e a palavra do Senhor, de Jerusalém. (Mq 4.2)

 

         Não basta somente conhecer a Palavra. Jeremias, tomando posse de uma linguagem poética, afirmou ter comido a Palavra de vida. Internalizou cada promessa divina e como resultado encontrou gozo e alegria para o coração tumultuado com a situação pela qual o atemorizava.

 

Por Auxilandia, pastora em Cristo Jesus.

Novembro de 2019     

 
  Voltar para índice de mensagens
|- - IEMB - Design: João Batista A.P - Igreja Evangélica Missionaria Brasileira- Leia a Bíblia, ouça a voz de Deus - Ministério: Pr. João Nogueira Pimenta -|